Eu odeio crianças. Sério. Sou do tipo que quando uma criança olha pra mim sorrindo, eu continuo séria. Se tiver fazendo birra então, eu faço uma cara feia. Sou daquelas que sempre diz que odeia criança e odeio que, por ser mais nova na família, achem que eu não me importo de divertir os poucos mais novos. Eu me importo. Mas ultimamente eu venho abrindo esse meio sorriso quando eu vejo uma. É um sorriso de canto de boca que de repente se vira numa fascinação por olhar e ver cada detalhe. Mas eu não sou tão cruel. Eu adoro unha do dedo mindinho do pé de um bebê; eu adoro também as roupinhas, principalmente aqueles macacãozinhos que tem pézinhos. Acho que eu gosto demais de pé. Enfim, o que me inspira hoje não são, na verdade, a pessoa bebê ou criança. É o momento. Porque apesar de fazer caretas pra eles, eu me pego sorrindo e seguindo devagarzinho pais quando pegam os filhos na escolhinha.

É de fato uma das cenas que eu mais gosto de acompanhar. Ela são quase sempre iguais: um pai, com blusa social dobrada até o cotovelo torto enquanto segura uma mãozinha minúscula enquanto, com a outra mão, carrega sem dificuldades uma mochila de carrinho colorida que para outros parecem pesada.

E eu me sinto tão idiota quando percebo que estou andando mais devagar para acompanhar um pai e uma filha saindo da escola. Me sinto idiota por querer ouvir a conversa. E me sinto mais idiota ainda por estar sorrido. Cara, eu odeio criança!

Acho a ligação pai-filho extremamente forte, não é raro ver declarações inspiradoras de filhos para pais. E dai que fiz esse texto idiota pra perguntar o que que você tá esperando pra dizer Feliz Dia dos Pais para o seu? E de todos os jeitos tão valendo: com um telefonema, com presente, sem presente, numa oração, com um desenho, com café, com almoço, sem almoço, sem briga, por sms… Você já disse pro seu?

(oi, que já é meia noite, esqueci de postar)

Uma resposta

  1. Ai sabe, eu não gosto muito de crianças mais grandinhas, acho injuadinhas, chatinhas, pirracentas e talz. Mas bebê eu acho liiiiindo e foofo!

    Minha ligação com meu pai não é muito forte e é meio distante, mesmo assim acho que nesse dia ele merece né?

    Beeijos :*

    9 agosto 2010 às 9:32 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s